perícia judicial contábil

A perícia judicial contábil, constitui em um conjunto de procedimentos técnicos e científicos que são destinados a levar a instância decisória aos elementos agregados como provas necessários para subsidiar a justa solução do litígio, mediante laudo pericial contábil ou parecer pericial contábil.

A perícia é a aplicação do conhecimento humano para a finalidade de desvendar alguma coisa que não está em evidência, julgando o que está em discussão por duas ou mais partes.

gavel-on-the-background-of-vintage-lawyer-books-PVBWXFL

Na área da Contabilidade o Contador registrado no CRC (Conselho Regional de Contabilidade) poderá ser um perito contábil, que atua com a indicação do juiz, que nessa questão do processo é leigo no assunto, por isso precisa do profissional da área para apresentar o laudo e provas para contribuir no julgamento e na decisão da sentença.

Entenda a função de perito contábil, e saiba como atua esse profissional

A perícia judicial contábil está ligada com a justiça, pois é referida a conferência e reunião de materiais para servirem como provas, para o esclarecimento ou financiar uma decisão relacionada a um caso de litígio.

Para que essas provas sejam devidamente coletadas, um perito contábil é designado para a função, e precisa, obrigatoriamente, estar devidamente registrado no Conselho regional de Contabilidade.

Existem dois tipos de perícia contábil que podem acontecer: a judicial e a extrajudicial.

Perícia Judicial:

Como o próprio nome já diz, a perícia judicial, acontece após o juiz determinar a necessidade de conferência das informações colhidas, nesse caso existe um litígio.
Assim um perito nomeado pelo juiz não deve ter relação com nenhuma das partes, o perito deve ser imparcial.

Perícia extrajudicial:

Aqui o perito analisa venda e compra de empresas, cálculo de indenizações, bens e direitos, partilha de bens, divórcio, liquidação de haveres etc.

Esses casos são muito comuns na justiça trabalhista, quando um funcionário é desligado no caso, precisa acontecer uma conferência nos valores pagos na rescisão, referentes à função exercida e ao tempo de trabalho.